Varicocele: O que é, o que causa, sintomas e cirurgia

O que é varicocele?

Existem vários fatores que podem causar a infertilidade masculina, mas sem dúvidas nenhuma o mais prevalente e mais visto nos consultórios é uma doença chamada varicocele, que são varizes em volta do testículo do homem infértil.

De cada 100 homens, 15 tem varicocele, porém, não quer dizer que esses homens sejam inférteis, mas, de cada 100 homens que não consigam ter filhos, 40 a 50 tem varicocele, de forma que a doença está sim ligada a infertilidade, porém, não é determinante.

o-que-e-varicocele

Varicocele: Sintomas

A varicocele na maioria das vezes é assintomática, não tem sintoma algum, é silenciosa, apesar dela trazer um efeito deletério para a produção de espermatozoides no testículo, o homem não sente nada, e nesse fato mora o grande perigo da varicocele.

Como a varicocele causa a infertilidade?

A varicocele é uma variz que age retendo o sangue dentro do testículo, não deixando que ele saia do testículo para o corpo com facilidade, oque causa um aumento da temperatura testicular, que normalmente trabalha a 35 graus, diferentemente dos outros órgãos que trabalham a 37 graus, o escroto é localizado fora do corpo para que a produção de espermatozoides ocorra sem problemas.

A varicocele ainda gera um segundo problema, pois como o sangue não sai do saco escrotal com facilidade, oque se acumula ali é um sangue venoso, onde as células já pegaram seus componentes bons e jogaram seus radicais livres para dentro desse sangue, de forma que esse sangue poluído é que irá afetar a quantidade e a qualidade dos espermatozoides.

Pacientes que fazem uso de sauna com muita frequência, banheiras de hidromassagem, e também algumas profissões, como por exemplo, cozinheiros, também podem aumentar a temperatura do testículo, afetando a produção de espermatozoides.

O que causa a varicocele?

O problema é eminentemente anatômico, e por conta da desembocadura da veia gonadal (do testículo) esquerdo por ser diferente da veia do testículo direito, faz com que os homens tenham varicocele no testículo esquerdo com mais frequência do que no direito, porém, oque se observa, é que em 60% dos casos a varicocele é bilateral, porém, não sabe a origem da causa da varicocele, porém, sabe-se que na maior parte dos casos ela se desenvolve na adolescência, como meninos não costumam ir ao ginecologista, na maior parte dos casos a doença é descoberta na fase adulta, quanto antes a varicocele for diagnosticada, menores são as chances do desenvolvimento da infertilidade no futuro.

Existem casos de homens que tiveram seu primeiro filho sem problema algum, e verificaram problemas ao se tentar anos depois ter seu segundo filho, na maioria dos casos a esposa é quem é recriminada, porém, na realidade, oque ocorreu é que a varicocele anos a mais no testículo causou um dano maior diminuindo a qualidade do sêmen.

Como saber se tenho varicocele?

varicocele-fotosAntes de tomar a decisão do tratamento, o diagnóstico precisa ser feito de maneira certa e precisa, e o mais correto é ser feito uma ultrassonografia dos testículos com Doppler, e muita das vezes em posição em pé. Sendo diagnosticada a varicocele, o normal é serem feito em torno de 2 espermogramas com intervalos entre eles de 15 a 20 dias, constatando-se a alteração no espermograma, seja de concentração, morfologia ou utilidade, é indicado o tratamento.

Cirurgia de varicocele

O tratamento da varicocele é iminentemente cirúrgico, e a técnica com os melhores resultados e menores taxas de reaparecimento da doença é a técnica microcirúrgica sub-inguinal, onde são utilizados microscópios avançados, e podem ser melhor visualizadas as veias atingidas e preservados os vasos linfáticos.

Após o tratamento, o espermograma melhora em cerca de 60% a 70% dos homens, e o pico de gravidez vai se dar com 6 a 7 meses após a cirurgia de varicocele.

Para casais que sofram com outros problemas de infertilidade além da varicocele, e planejam recorrer à fertilização in vitro ou outras técnicas de reprodução assistida, o tratamento da varicocele pode ser feito antes, durante ou após a reprodução assistida.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Conteúdo protegido!